Home / Destaque / PRESA A QUADRILHA QUE ROUBAVA CARGAS
PRESA A QUADRILHA QUE ROUBAVA CARGAS

PRESA A QUADRILHA QUE ROUBAVA CARGAS

 

Uma investigação da Polícia Civil de Taiobeiras (MG) resultou na prisão de seis pessoas, suspeitas de integrar uma quadrilha de roubo de cargas na região do Alto Rio Pardo Pardo.

Seis dos oito mandatos de prisão expedidos pela Justiça foram cumpridos durante uma operação, que teve início nesta terça (18) e foi até a manhã desta quarta (19). Quatro pessoas foram presas em Taiobeiras, duas em Indaiatuba (SP) e outras duas estão foragidas.

A faixa etária dos presos varia de 18 a 28 anos, eles não têm passagens pela polícia por roubo de carga, mas já foram detidos por outros crimes.

Segundo informações do delegado Alessandro da Silva Lopes, os criminosos abordavam os caminhões, muitas vezes fazendo uso de armas de grosso calibre, e em seguida os levavam até um local ermo e roubavam as cargas, ou o cofre que fica dentro dos veículos.

Ainda segundo o delegado, a quadrilha estava sendo investigada há sete meses e atuava no Alto Rio Pardo, mas tinha ligações com criminosos que agiam em outras regiões do Norte de Minas.

“Percebemos por meio de monitoramento telefônico que eles agiam de forma organizada e planejada. São pessoas de classe média e que não levantariam suspeitas.”

Alessandro da Silva afirma também que os assaltantes não tinha foco em apenas um tipo de carga, e as mercadorias eram vendidas em Minas Gerais. Não há informações de envolvimento de comerciantes da região.

Várias cargas roubadas já foram recuperadas pela polícia no Alto Rio Pardo. Entre os produtos estão chocolates, biscoitos, peças de veículos, bebidas e eletrodomésticos.

A última carga apreendida foi a de chocolates e biscoitos, que teria sido roubada pelos criminosos presos na operação, e que está avaliada em R$ 60 mil.

Para o delegado Alessandro da Silva, alguns aspectos facilitam o roubo de cargas na região. “Aqui há muitos locais ermos, não temos um posto de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal na BR-251 e a localização, próxima do Estado da Bahia, também colabora para a ação dos criminosos, pois facilita a fuga, mas estamos empenhados em prendê-los.”

Michele Oda – Do G1 Grande Minas

Foto: Arquivo da Polícia Civil

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top