Home / Carta do Primo / Novo presidente da Câmara de Bocaiúva troca seis por meia dúzia

Novo presidente da Câmara de Bocaiúva troca seis por meia dúzia

 

Bocaiúva, 21 de janeiro de 2014.

 

Primo,

 

Sei não, acho que você pode começar a se decepcionar com a nova opção política da Câmara Municipal de Bocaiúva. Isso mesmo, saiu o mais velho, Ronildo Andrade, com mais de 70 anos, e entrou o mais novo, Romário Sabino, com menos de 25 anos. Parece, entretanto – a menos que o novo presidente me queime a língua -, que “tudo é farinha do mesmo saco”. Ou seja, diferente mesmo só o meio século que separa a idade dos dois. No quesito respeito ao dinheiro público trocou seis por meia dúzia e “Tudo continua como dantes no quartel de Abrantes”. Saíram alguns apadrinhados de Ronildo Andrade e João Katola e entraram uns apadrinhados de Romário e outros vereadores que o ajudaram a ser eleito.

Fizemos há poucos dias uma entrevista coletiva com o novo presidente, que, “escorregando mais que bagre ensaboado”, deu respostas pouco convincentes com relação aos abusivos gastos do Poder Legislativo local. Entrevista que, inclusive, prometi divulgá-la no meu jornal online. Só não cumpri o prometido porque os meus colegas, que gravaram a entrevista, não me passam uma cópia “nem que a vaca tussa”. Por quê?  Não sei. Vou fazer uma nova entrevista – se ele conceder, é claro! – e publicar no www.pedrorodriguez.com.br.

Essa roubalheira do dinheiro público não é coisa recente. Você mesmo é testemunha de algumas das muitas manchetes que publiquei no jornal  O Debate: “Rombo na Câmara ultrapassa os R$ 2 milhões”; “Desperdício da Câmara dá para construir 150 casas populares”; “Câmara mete a mão no bolso do povo”; “Promotores prometem apurar denúncia da farra com o dinheiro público”. E já que não apuraram coisíssima nenhuma, eles tomaram gosto pela coisa e ampliaram a farra. Numa atitude “hobiudiana” encheram a Casa de novos funcionários. Só que, inteligentes e precavidos que são, ampliaram o quadro de funcionários mas ampliaram também a blindagem. Cinco especialistas em direito estão entre os mais ou menos 20 funcionários. Uma média de um advogado para cada 2,6 vereadores.

Agora, Primo, o Dr. Paulo Márcio, promotor de justiça da vizinha Montes Claros, está querendo o afastamento de 12 dos 13 vereadores que compõem a Câmara de Bocaiúva. Eleitores, revoltados com os desmandos, também; os suplentes, então, “estão iguais pinto no lixo”.

Atendendo ao seu pedido, vou rememorar, a partir desta semana, no meu site algumas publicações do jornal O debate alusivas à Câmara. Querendo – e eu sei que você quer – pode repassar o meu site para os representantes do Ministério Público: Dr. Ílio Jefferson, Dr. Daniel Librelon e Dr. Paulo Márcio.

Um abração do

Pedro Justiça Seja Feita Rodriguez

 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top